Estação de Atocha

A Estação de Atocha é a estação de trem mais importante de Madrid. Foi inaugurada em 1851 sob o nome de Estação do Meio-Dia, sendo a primeira estação de trem da capital. Em 2014, passaram por Atocha mais de 15,8 milhões de passageiros

A estação foi remodelada e ampliada em várias ocasiões; as mais importantes em 1888, quando foi vítima de um grave incêndio, e entre 1985 e 1992, quando foi necessário quadruplicar sua capacidade.

Com a ampliação da estação, Atocha ficou dividida em três: Madrid-Puerta de Atocha, Madrid-Atocha Cercanías e Atocha Renfe (estação de metrô). A estação de trens locais e a de metrô formam parte de um grande terminal que conecta com outros meios de transporte público.

Jardim Tropical de Atocha

O Jardim Tropical da estação de Atocha está no interior dessa e é formado por mais de 500 espécies, tanto animais quanto vegetais. Os habitantes do jardim mais queridos pelos moradores de Madrid são as tartarugas

Atentados de 11 de março

A estação de Atocha foi um dos lugares onde, no dia 11 de março de 2004, explodiram as bombas do maior atentado da história da Espanha. Nos ataques morreram 191 pessoas que viajavam em quatro trens regionais.

Em 11 de março de 2007 foi inaugurado no exterior da estação um monumento em homenagem às vítimas do atentado.

Horário

De 05:00 a 01:00 hora. Venda de passagens para o mesmo dia, todos os dias, das 5:30 às 22:30.

Transporte

MetrôAtocha Renfe, linha 1 (azul claro).
Ônibus: 47, 55, 19, 85, 10, 24, 57, 102 e C.

Lugares próximos

Museu Reina Sofía (282 m)
Museu do Prado (677 m)
Fonte de Netuno (869 m)
Museu Thyssen-Bornemisza (997 m)
Museu Naval (1.1 km)