Museu Thyssen-Bornemisza

Museu Thyssen-Bornemisza

O Museu Thyssen-Bornemisza é um dos museus de arte mais importantes de Madrid e complementa as coleções do Museu do Prado e do Museu Reina Sofía.

A coleção do Museu Thyssen-Bornemisza é composta por cerca de 1000 obras que o Estado espanhol comprou da família Thyssen-Bornemisza em julho de 1993.

Palácio de Villahermosa

O museu está em um local privilegiado, o Palácio de Villahermosa. Esse palácio foi construído no final do século XVIII e é um claro exemplo da arquitetura neoclássica madrilenha.

O museu tem três andares e para visitá-lo é recomendável começar pelo segundo andar para, posteriormente descer ao primeiro e depois ao térreo. Durante esse percurso veremos a evolução histórica da pintura, com obras que abrangem os séculos XVII-XX.

Entre os artistas internacionais mais relevantes, destacamos obras de  Van Eyck, Van Gogh, Caravaggio e Edvard Munch. "Entardecer" e "Encontro no espaço exterior" são algumas das obras do artista norueguês que podemos encontrar no Thyssen, já que a maior parte de sua coleção está exposta no Museu Munch de Oslo.

Para finalizar diremos que o Museu Thyssen, mesmo sem contar com obras tão importantes quanto o Museu do Prado, nos agradou bastante por ser um museu com uma boa seleção de obras e fácil de visitar

Visita guiada

Acesse o link abaixo se você quer visitar o museu acompanhado por um guia especializado em arte e história:

Horário

Segundas: das 12:00 às 16:00 horas.
De terça a domingo: das 10:00 às 19:00 horas.

Preço

Adultos: 13€.
Maiores de 65 anos e estudantes: 9€.
Menores de 12 anos e desempregados: entrada gratuita.
Segunda das 12:00 às 16:00 horas: entrada gratuita.

Ingresso do Museu Thyssen-Bornemisza €13

Transporte

MetrôBanco de España, linha 2.

Lugares próximos

Fonte de Netuno (135 m) Museu Naval (208 m) Círculo de Bellas Artes (269 m) Museu do Prado (365 m) Plaza de Cibeles (376 m)